A DIVERSA CORRETORA DE CEREAIS

Com uma equipe treinada, o objetivo da empresa é acompanhar o dia a dia do mercado e oferecer o melhor suporte possível ao agricultor nas negociações dos produtos do campo.


A empresa tem seu foco ainda, no assessoramento ao produtor rural, visando mantê-lo bem informado quanto ao mercado e suas tendências, subsidiando-o com informações relevantes para negociações atuais e futuras.


Hoje, a DIVERSA CORRETORA se tornou uma empresa sólida e com credibilidade no segmento, por isso, é referência para instituições públicas e privadas que buscam serviços nesse setor.



“DIVERSA CORRETORA AJUDANDO A VALORIZAR O TRABALHO E ESFORÇO DO PRODUTOR RURAL”

Notícias

26/10 CÂMBIO: IPCA-15 reforça expectativas por Selic agressiva e dólar sobe

Porto Alegre, 26 de outubro de 2021 - O dólar inicia a sessão em leve alta. Após uma segunda positiva para o real, a moeda norte-americana ganha força ante o real. A divulgação do Indice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) - com aumento de 1,20% em outubro ante setembro - reforça ainda mais as expectativas que o Comitê de Política Monetária (Copom) eleve a Selic (taxa básica de juros) entre 1,5 e 2 pontos percentuais, amanhã. As incertezas fiscais também contribuem para o enfraquecimento do real nesta manhã. De acordo com boletim da Commcor, "o mercado parece "comprado" com a ideia de + 150 pontos base". O boletim, porém, considera uma postura ainda mais "hawkish" (austera) do comitê, com um amento chegando aos 2 pontos percentuais. Este cenário também é reforçado pelas já constantes incertezas fiscais: "é consensual que o gatilho fora a ameaça do Auxílio Brasil ao Teto de Gastos, questão que trouxe a necessidade de mudanças que constam na PEC dos Precatórios, a qual já passou na Comissão Especial da Câmara, faltando, ainda, duas votações no Plenário desta casa, bem como no Senado", pontua a Commcor. Por volta das 10h16 (horário de Brasília), o dólar comercial subia 0,36%, cotado a R$ 5,5740 para venda. No mercado futuro, o contrato da moeda norte-americana com vencimento em novembro de 2021 avançava 0,33%, cotado a R$ 5.580,50. Com informações da Agência CMA. Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

26/10 MERCADO EUROPA: Ações operam em alta com balanços e commodities

Porto Alegre, 26 de outubro de 2021 - Os principais índices do mercado de ações europeu operam em alta, refletindo resultados positivos da temporada de balanços de empresas referentes ao terceiro trimestre e com avanços nos preços de commodities. "Vimos novos recordes para o Dow e o S&P 500", disse o analista do CMc Markets, Michael Hewson destacando que a Tesla se tornou a mais recente empresa dos Estados Unidos a passar de US$ 1 trilhão de capitalização de mercado. O Facebook relatou um conjunto misto de números do terceiro trimestre, superando os lucros, mas perdendo um pouco as receitas, e anunciou uma recompra de ações de US$ 50 bilhões. Na Europa, os resultados do banco suíço UBS superaram as expectativas, ao reportar lucro de US$ 2,3 bilhões no terceiro trimestre. "O movimento de alta está sendo ajudado pelo aumento dos preços do petróleo, impulsionando ganhos no setor de petróleo e gás", disse Hewson. "A resiliência contínua nos mercados de ações está acontecendo apesar de um cenário de crescente preocupação com o aumento de casos de covid-19 na Ásia e da perspectiva de ação por parte de alguns bancos centrais para conter o estímulo", acrescentou. O Conselho do Banco Central Europeu (BCE) reúne-se esta semana. Confira abaixo a variação e a pontuação dos índices europeus às 10h05 (horário de Brasília): FTSE-100 (Londres): +0,71%, 7.274,23 pontos DAX-30 (Frankfurt): +0,91%, 15.758,96 pontos CAC-40 (Paris): +0,67%, 6.763,6 pontos FTSE MIB (Milão): +0,53%, 26.959,0 pontos IBEX-35 (Madri): +1,06%, 9.005,60 pontos SMI-20 (Zurique): +0,37%, 12.108,24 pontos PSI-20 (Lisboa): -0,99%, 5.717,22 pontos Com informações da Agência CMA Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

26/10 SOJA: USDA anuncia venda de 199.000 t para a China

Porto Alegre, 26 de outubro de 2021 - Os exportadores privados norte-americanos reportaram ao Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) a venda de 199.000 toneladas de soja em grão para a China. A entrega está programada para a temporada 2021/22. Toda operação envolvendo a venda de volume igual ou superior a 100 mil toneladas do grão, feita para o mesmo destino e no mesmo dia, tem que ser reportada ao USDA. Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

26/10 ECONOMIA: IPCA-15 tem alta de 1,2% em outubro - Café moído sobe 4,34%

Porto Alegre, 26 de outubro de 2021 - O Indice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) foi a 1,20% em outubro, 0,06 ponto percentual (p.p.) acima da taxa de setembro (1,14%). Foi a maior variação para um mês de outubro desde 1995 (1,34%) e a maior variação mensal desde fevereiro de 2016 (1,42%). O mercado previa alta de 0,98%. No ano, o IPCA-15 acumula alta de 8,30% e, em 12 meses, de 10,34%, acima dos 10,05% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em outubro de 2020, a taxa foi de 0,94%. O resultado do grupo Alimentação e bebidas (1,38%) foi influenciado principalmente pela alimentação no domicílio, que passou de 1,51% em setembro para 1,54% em outubro. Os preços das frutas subiram 6,41% e contribuíram com 0,06 p.p. de impacto. Houve altas também nos preços do tomate (23,15%), da batata-inglesa (8,57%), do frango em pedaços (5,11%), do café moído (4,34%) do frango inteiro (4,20%) e do queijo (3,94%). Por outro lado, houve queda nos preços da cebola (-2,72%) e, pelo nono mês consecutivo, do arroz (-1,06%). As carnes (-0,31%), após 16 meses seguidos de alta, tiveram queda. As informações são do IBGE. Revisão: Rodrigo Ramos / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

26/10 MERCADO ÁSIA: Bolsas fecham mistas; Tóquio sobe quase 2% com balanços

Porto Alegre, 26 de outubro de 2021 - Os principais índices do mercado de ações asiático fecharam sem direção, por um lado com perdas no setor imobiliário chinês e por outro com ganhos na Bolsa de Tóquio refletindo avanços no setor de tecnologia em meio a uma forte temporada de balanços. As ações fecharam em alta de quase 2% em Tóquio, alimentadas pelo otimismo com a temporada de balanços e após os avanços de Wall Street que levaram o Dow e o S&P 500 a altas recordes. "Lucros corporativos positivos estão oferecendo um vento favorável para os mercados globais", segundo analistas do FXTM, em relatório. "O crescimento dos lucros dos Estados Unidos no terceiro trimestre provavelmente será forte, possivelmente chegando a 40%. Embora isso seja excelente, notamos que está um pouco longe do aumento de 90% nos ganhos no segundo trimestre". O Facebook reportou lucro líquido de US$ 9,194 bilhões no terceiro trimestre de 2021, alta de 17% em base anual. Os investidores esperam ainda hoje os resultados financeiros da Microsoft e da Alphabet, controladora do Google. Na Coreia do Sul, a fabricante de chips de memória SK Hynix reportou resultados financeiros sólidos com perspectiva otimista pela demanda de chips, levando suas ações a subirem 2%. Já os papéis da Hyundai Motor subiram 1,2% após reportar suas informações financeiras trimestrais. Por sua vez, as ações caíram em Xangai e em Hong Kong, após a governo da China afirmar que vai realizar testes de impostos imobiliários de cinco anos em algumas regiões do país. Além disso, mais uma incorporadora chinesa não arcar com sua dívida. A Modern Land, uma empresa de 21 anos que se concentra em projetos verdes, não conseguiu pagar um título de US$ 250 milhões que venceu na segunda-feira. Confira abaixo a variação e a pontuação de fechamento dos índices asiáticos: Nikkei 225 (Tóquio): +1,77%, 29.106,01 pontos Hang Seng (Hong Kong): -0,36%, 26.038,27 pontos Xangai Composto (Xangai): -0,34%, 3.597,64 pontos Kospi (Seul): +0,94%, 3.049,08 pontos Com informações da Agência CMA. Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

26/10 CARNES: Pecuária é segunda cadeia que mais contribui com VPB no MT - Imea

Porto Alegre, 26 de outubro de 2021 - Segundo a 4a estimativa do Valor Bruto da Produção (VBP) divulgado pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) para o ano de 2021, a pecuária de corte continuou sendo a segunda cadeia que mais contribuiu no VBP. De acordo com a nova estimativa, a agricultura representou cerca de 77,50% da participação no VBP, ante a 22,50% da pecuária. Nesse sentido, a pecuária de corte exibiu share de 18,66% e a estimativa é de que o indicador some R$ 25,33 bilhões. Na quantidade total, ficou atrás somente da soja, que contou com 48,73% do total do estado. No comparativo com o último resultado de 2020, o avanço observado foi de 31,77%. É importante salientar que esse cenário continuou sendo pautado, principalmente, pela alta nos preços do boi gordo observados até o momento, devido à menor disponibilidade de animais. Para se ter ideia, a cotação média da arroba de janeiro/21 a setembro/21 registrou acréscimo de 37,78%, ante o mesmo período do ano anterior. Por outro lado, a produção estimada apresentou queda de 4,92% - resultado do menor abate de animais em Mato Grosso. As informações partem do Imea. Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

26/10 CARNE BOVINA: Utilização de frigoríficos atinge 60,99% no MT em setembro

Porto Alegre, 26 de outubro de 2021 - Com a demanda externa reduzida, devido à suspensão da China, e o baixo escoamento da proteína no mercado interno, estoques foram formados nas intermediações industriais e os frigoríficos passaram a pressionar as cotações da arroba, desde setembro em Mato Grosso. Quem informa é o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea). Diante disso, os produtores tentaram segurar seus animais dentro da porteira na expectativa de retorno à normalidade dos preços no curto prazo, o que justificou a queda de aproximadamente 30,00% no volume de animais abatidos, ante o mês passado. Com isso, a utilização real dos frigoríficos, em setembro/21 foi de 60,99%, recuo de 14,95 ponto percentual ante agosto/21 - este é o segundo menor resultado da série histórica, com início em 2010. Por fim, sem a previsão de retorno das compras do mercado chinês, somado com a concentração de maior oferta dos animais confinados previstos para outubro, o cenário fica incerto sobre o destino que as indústrias darão para a carne já processada. As informações partem do Imea. Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

26/10 SOJA: Conab indica plantio em 36,8% para 2021/22

Porto Alegre, 26 de outubro de 2021 - O plantio da soja avançou para 36,8% da área estimada para a temporada 2021/22 do Brasil, conforme levantamento semanal da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), com dados recolhidos até 23 de outubro. Na semana anterior, a semeadura estava em 23,7%, Em igual período do ano passado, o número era de 20,5%. Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

RSS COTAÇÕES

Cotação/Data
Último
Diferença
MAXIMO
MININO
Soja May/2019
817.750S
+0
821.750
815
Soja Jul/2019
830.750S
+0
836.250
827
Soja Aug/2019
837S
+0
842.500
833.750
Milho May/2019
358S
+0
359.250
355
Milho Jul/2019
366.500S
+0
368.250
363
Milho Sep/2019
374S
+0
375.500
370.750
Farelo May/2019
288.4S
+0.0
291.9
292.3
Farelo Jul/2019
293.2S
+0.0
297.1
293.5
Farelo Aug/2019
294.8S
+0.0
298.4
295.1
Oleo de Soja May/2019
26.81S
+0.00
26.97
26.86
Oleo de Soja Jul/2019
27.10S
+0.00
27.40
26.96
Oleo de Soja Aug/2019
27.24S
+0.00
27.54
27.08

Moeda
ÚLTIMO
VARIAÇÃO
DATA
HORA
MAXIMO
MINIMO
Dolar Comercial
4.9940
+1.05
30/06/2021
10:10
4.9950
4.9530

Fale Conosco

Rua Rio Branco esquina com Av. Cuiabá, Ed. Comercial Montello, Sala 205 Centro, Rondonópolis - MT 78700-170

diversa@diversacorretora.com.br
adm@diversacorretora.com.br

(66) 3439-3300 (66) 3439-3318