A DIVERSA CORRETORA DE CEREAIS

Com uma equipe treinada, o objetivo da empresa é acompanhar o dia a dia do mercado e oferecer o melhor suporte possível ao agricultor nas negociações dos produtos do campo.


A empresa tem seu foco ainda, no assessoramento ao produtor rural, visando mantê-lo bem informado quanto ao mercado e suas tendências, subsidiando-o com informações relevantes para negociações atuais e futuras.


Hoje, a DIVERSA CORRETORA se tornou uma empresa sólida e com credibilidade no segmento, por isso, é referência para instituições públicas e privadas que buscam serviços nesse setor.



“DIVERSA CORRETORA AJUDANDO A VALORIZAR O TRABALHO E ESFORÇO DO PRODUTOR RURAL”

Notícias

20/04 EMPRESAS: BofA reiteira compra de ações da JBS e Marfrig

Porto Alegre, 20 de abril de 2021 - O Bank of America (BofA) reiterou a compra de ações da JBS e da Marfrig e elevou o preço-alvo dos papéis das companhias para R$ 46 e R$ 27, respectivamente. "Acreditamos que JBS e Marfrig podem registrar a segunda melhor margem de bovinos dos EUA em 2021, apenas abaixo do ano passado, que foi anormalmente boa devido ao choque de oferta causado pelo COVID-19", disseram os analistas do banco. Em relatório, o banco também ressalta que a dinâmica dos lucros das empresas melhorou, principalmente, devido a um aumento inesperado nas margens da carne bovina nos Estados Unidos. Para a JBS, os analistas elevaram a estimativa do ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) deste ano em 4%, para R$ 26,7 bilhões e destacam a compra da empresa europeia Vivera. Eles também projetam um ano de forte fluxo de caixa, com rendimento de 11%, que deve ser utilizado para pagar dividendos e recompra de ações. Em relação à Marfrig, o BofA vê a empresa como um player "puro" por estar altamente exposta ao negócio de carne bovina nos Estados Unidos. "Elevamos nossa estimativa de ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) para 2021 em 12%, para R$ 6,8 bilhões, com rendimento FCF de 23%. A Marfrig deve dar continuidade à gestão do passivo, destravando valor ao patrimônio líquido", disseram os analistas do banco. Às 13h10 (horário de Brasília) as ações das empresas registravam alta, com os papéis da Marfrig (MRFG3) subindo 4,04% e os da JBS (JBSS3) com valorização de 2,36%. Com informações da Agência CMA. Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

20/04 CARNES:GTPS e CiCarne firmam parceria para desmistificar pecuária do Brasil

Porto Alegre, 20 de abril de 2021 - O Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS) e o Centro de Inteligência da Carne Bovina da Embrapa Gado de Corte (CiCarne) deram início a uma parceria institucional inédita com a proposta de desmistificar a produção da pecuária brasileira e o consumo da carne bovina. Por meio de informações com base científica geradas pelo CiCarne e da expertise do GTPS em iniciativas relacionadas à produção sustentável na pecuária, a parceria pretende fornecer conteúdo pautado num arcabouço de conhecimentos e ferramentas de comunicação que deem conta de promover a cadeia e servir de suporte para as tomadas de decisão dos stakeholders. Além de incentivar o desenvolvimento sustentável da pecuária brasileira sob os aspectos ambientais, sociais e econômicos. "Faz todo sentido trabalhar de forma conjunta com o CiCarne, um importante centro de inteligência que colabora de forma significativa com nosso segmento. A Embrapa já é parceira do GTPS em outras iniciativas e era bastante natural que o CiCarne também estivesse mais próximo da gente. São duas organizações com missões complementares e um objetivo em comum, contribuir com o desenvolvimento sustentável da pecuária brasileira e a comunicação do setor", comenta a gerente executiva do GTPS, Luiza Bruscato. Mitos e fatos, pautas positivas que reforçam a imagem de uma atividade moderna, transparente e comprometida com a sustentabilidade, mostrando tendências e inovações, estão entre os assuntos tratados pela parceria institucional, que deve atuar prioritariamente nas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter e LinkedIn. Afinal, a comunicação está no centro deste processo de desmistificação, como fator estratégico, para melhoria e proteção da imagem do setor. Segundo o coordenador do CiCarne, Guilherme Cunha Malafaia, a sustentabilidade nos processos produtivos da pecuária é um tema cada vez mais presente e necessário. "Hoje, o CiCarne dispõe de informações e dados técnicos relevantes que são organizados justamente para trazer melhorias à cadeia da pecuária brasileira, e as práticas sustentáveis estão entre estes quesitos prioritários. Quando falamos em adoção de novas tecnologias ou novos processos estamos falando impreterivelmente de sustentabilidade", finaliza Malafaia. As informações partem da assessoria de imprensa do GTPS. Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

20/04 CARNES: Mato Grosso abate 612,14 mil bovinos no 1o trimestre/21 - IMEA

Porto Alegre, 20 de abril de 2021 - Recentemente, o Indea-MT disponibilizou os dados de abate de bovinos referentes ao mês de março/21 em Mato Grosso. Nesse viés, foi observado que a quantidade de bovinos machos abatidos no 1o trimestre/21 foi de 612,14 mil cabeças - o menor volume registrado nos últimos dois anos -, enquanto o volume de fêmeas correspondeu com 452,00 mil cabeças no mesmo período. Além disso, no comparativo anual, houve um recuo de 5,10% e 26,61%, respectivamente. O levantamento parte do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (IMEA). Nesse sentido, a atenção se volta para as fêmeas que, além de comandar o ciclo pecuário - fator estrutural determinante para a cadeia da bovinocultura de corte - no 1o trimestre/21, apresentaram o menor resultado desde o 1o trimestre de 2010, quando foram abatidas 427,84 mil cabeças. Esse resultado demonstra que, se este cenário de retenção mais intensa das fêmeas se perdurar, a tendência no médio prazo é de que a oferta de animais de reposição seja elevada. Já no curto prazo, essa oferta escassa de animais aptos para o abate vem influenciando e ditando o mercado físico do boi gordo. As informações partem do IMEA. Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

20/04 CARNE BOVINA: Mato Grosso exporta 40,46 mil t em março - IMEA

Porto Alegre, 20 de abril de 2021 - De acordo com os dados divulgados pela Secex, em março/21 o Mato Grosso exportou 40,46 mil toneladas de carne bovina em Equivalente Carcaça (TEC) - o maior volume do ano até o momento. No comparativo mensal, a alta registrada foi de 37,37% e, com relação ao mesmo período no ano passado, o avanço foi de 7,78%. O levantamento parte do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (IMEA). Por outro lado, o acumulado dos envios no 1o trimestre de 2021 totalizou 101,91 mil toneladas, volume 1,58% menor que o observado no 1o trimestre de 2020, no qual se registrou 103,55 mil toneladas. Vale destacar que os parceiros internacionais que apresentaram um aumento mais expressivo nas compras foram os países do Oriente Médio e a China, somada a Hong Kong, com incrementos de 43,51% e 40,60%, respectivamente. Esse cenário foi justificado pelo retorno dos embarques após as festividades do Ano Novo chinês. Além disso, o gigante asiático ainda sofre com as consequências geradas pela peste suína africana e, por isso, continua demandando grandes volumes de carne bovina. As informações partem do IMEA. Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

20/04 CÂMBIO: Dólar exibe volatilidade e cai atento ao Orçamento, CPI e exterior

Porto Alegre, 20 de abril de 2021 - O dólar comercial exibe volatilidade desde a abertura dos negócios, operando nos campo positivo e negativo, com investidores locais atentos ao exterior e reagindo aos desdobramentos em torno do Orçamento de 2021, após a aprovação ontem de um projeto de lei que impacta o teto de gastos. Além de monitorar os efeitos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do enfrentamento à covid-19 no país. Às 10h06 (de Brasília), a moeda norte-americana operava em queda de 0,19% no mercado à vista, cotada a R$ 5,5420 para venda, enquanto o contrato futuro com vencimento para maio tinha leve queda de 0,07%, a R$ 5,5465. Lá fora, o Dollar Index subia 0,11%, aos 91,172 pontos. Ontem, o Congresso aprovou um projeto de lei que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para autorizar o governo federal a gastar com medidas de combate à covid-19 sem precisar incluir estas medidas entre aquelas que estão sujeitas ao teto de gastos. As despesas com a covid-19 em 2021 estão orçadas até o momento em cerca de R$ 85,3 bilhões. A maioria, sendo R$ 44,9 bilhões, se refere a recursos para o pagamento da nova rodada de auxílio emergencial. O Ministério da Economia afirmou que pedirá mais R$ 10 bilhões para o BEm, programa que permite ao empregador reduzir jornada de trabalho e salário por até 90 dias ou suspender contrato de trabalho por até 60 dias, e até R$ 5 bilhões para o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), o que eleva a conta para R$ 100 bilhões. O economista-chefe do banco digital Modalmais, Alvaro Bandeira, avalia que há "eufemismo" no Orçamento. Segundo ele, nas discussões de como aprovar o Orçamento de 2021, o vice-líder do governo, Cláudio Cajado, disse que o governo não está furando o teto de gastos e sim, excepcionando determinadas despesas. "O efeito é o mesmo, não pondo limites para a pandemia, para o Pronampe e para o BEm. O endividamento vai aumentar para manter o equilíbrio 'instável' com o Congresso e emendas parlamentares", avalia. O operador da corretora Commcor, Cleber Alessie, destaca que, por outro lado, há "algum sentimento de alívio" nos front fiscal e político após um acordo entre o Planalto e o Congresso em relação ao Orçamento. "É natural que algum desconforto com R$ 125,0 bilhões sendo esperados fora do teto de gastos exista. Por outro lado, a equação entre manter a governabilidade, ou seja, uma boa relação com Centrão, e o Bolsonaro se esquivar de um possível crime de responsabilidade fiscal não era simples. Mas parece ter sido atingida com o acordo", pondera. O presidente tem até quinta-feira para sancionar a proposta orçamentário e até lá, segundo Alessie, deve ter bastante discussão sobre a manutenção de emendas parlamentares que passam dos R$ 16,0 bilhões. Com informações da Agência CMA. Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

20/04 MERCADO EUROPA: Ações operam em queda de mais de 1% com balanços

Porto Alegre, 20 de abril de 2021 - Os principais índices do mercado de ações europeu operam em queda de mais de 1%, com investidores realizando lucros após os ganhos da semana passada e com foco na temporada de balanços de empresas. As ações da britânica AB Foods caem 4,47% na Bolsa de Londres, após a empresa reportar queda pela metade em seu lucro operacional ajustado. Já os papéis da Danone têm queda de 2,64% em Paris, refletindo vendas menores no primeiro trimestre devido à pandemia do novo coronavírus. "Talvez não seja surpreendente que, após os ganhos vistos na semana passada, possamos obter alguma realização de lucro à medida que nos preparamos para novos anúncios de grandes lucros esta semana, bem como a última reunião de taxas do Banco Central Europeu (BCE) na quinta-feira", segundo o analista do CMC Markets, Michael Hewson. Ele destacou que as ações europeias começaram a semana de forma moderada, com o FTSE 100 apenas conseguindo fechar acima do nível de 7.000, enquanto o DAX 30 também caiu de seus recordes da semana passada. Entre os indicadores econômicos, a taxa de desemprego do Reino Unido nos três meses terminados em fevereiro caiu para 4,9%, após marcar 5,0% do trimestre anterior, segundo dados do escritório federal de estatísticas do país, o National Statistics. Confira abaixo a variação e a pontuação dos índices europeus por volta de 9h56 (horário de Brasília): FTSE-100 (Londres): -1,22%, 6.914,82 pontos DAX-30 (Frankfurt): -1,14%, 15.214,21 pontos CAC-40 (Paris): -1,47%, 6.204,37 pontos FTSE MIB (Milão): -1,68%, 24.277,00 pontos IBEX-35 (Madri): -2,18%, 8.530,60 pontos SMI-20 (Zurique): -0,74%, 11.127,29 pontos PSI-20 (Lisboa): -0,68%, 4.978,61 pontos Com informações da Agência CMA Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

20/04 MERCADO ÁSIA: Ações fecham mistas; Tóquio cai 2% com avanço de covid-19

Porto Alegre, 20 de abril de 2021 - Os principais índices do mercado de ações asiático fecharam sem direção comum, com queda de quase 2% na Bolsa de Tóquio em meio a temores por novos bloqueios com o avanço de casos de covid-19, enquanto na China a taxa de juros de referência permaneceu inalterada. As cidades japonesas de Tóquio e Osaka podem voltar ao estado de emergência devido ao ressurgimento de casos do novo coronavírus, levando a preocupações com atrasos na recuperação econômica. "No Japão, as ações de praticamente todos os setores ficaram sob pressão, com o o Nikkei caindo 1,97%, sua maior queda diária em um mês, pressionado por preocupações de que novas medidas de bloqueio por conta da nova onda de coronavírus nas principais cidades do país pode desacelerar a recuperação econômica", segundo o analista do IG, Sergio Ávila. Na Bolsa de Xangai, por sua vez, as perdas foram limitadas depois que a China manteve sua taxa de juros de referência estável, diminuindo as preocupações com o aperto da política monetária. O Banco do Povo da China (Pboc, o banco central do país) manteve a taxa de juros de referência para empréstimos no país em 3,85% pelo décimo segundo mês consecutivo, de acordo com comunicado da instituição, em linha com as expectativas do mercado. Confira abaixo a variação e a pontuação de fechamento dos índices asiáticos: Nikkei 225 (Tóquio): -1,97%, 29.100,38 pontos Hang Seng (Hong Kong): +0,02%, 29.122,12 pontos Xangai Composto (Xangai): -0,13%, 3.472,94 pontos Kospi (Seul): +0,68%, 3.220,70 pontos Com informações da Agência CMA. Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

20/04 CHINA: Banco central mantém por 12o mês taxa de juro de referência em 3,85%

Porto Alegre, 20 de abril de 2021 - O Banco do Povo da China (Pboc, o banco central do país) manteve a taxa de juros de referência para empréstimos no país em 3,85% pelo décimo segundo mês consecutivo, de acordo com comunicado da instituição. A taxa de referência de um ano para o crédito (LPR, na sigla em inglês) registrou sua última variação em abril, quando o banco central reduziu de 4,05% nos meses de fevereiro e março. A LPR para cinco anos também não sofreu alterações e ficou em 4,65%. A taxa, estabelecida em agosto de 2019, é calculada a partir das contribuições para preços de vários bancos - incluindo pequenos credores que tendem a ter maiores custos de financiamento e maior exposição a empréstimos inadimplentes - e visa a reduzir os custos de empréstimos e apoiar a "economia real". Segundo o economista da Capital Economics, Julian Evans-Pritchard, a LPR permaneceu inalterada na medida em que o banco central da China depende de outras ferramentas de política. "Os bancos comerciais deixaram a LPR inalterada hoje. Dado que os esforços oficiais para controlar o crédito estão sendo alcançados por outros meios, não esperamos nenhuma alteração nas taxas de juros nos próximos meses", disse. Com informações da Agência CMA. Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS Copyright 2021 - Grupo CMA

RSS COTAÇÕES


Warning: simplexml_load_file(http://sfeed-cot01.cma.com.br/clientes/diversa_corretora/Home/cotacoes.xml) [function.simplexml-load-file]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 404 Not Found in /home/storage/a/db/9d/diversacorretora1/public_html/2016/home.php on line 91

Warning: simplexml_load_file() [function.simplexml-load-file]: I/O warning : failed to load external entity "http://sfeed-cot01.cma.com.br/clientes/diversa_corretora/Home/cotacoes.xml" in /home/storage/a/db/9d/diversacorretora1/public_html/2016/home.php on line 91

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/a/db/9d/diversacorretora1/public_html/2016/home.php on line 92
Cotação/Data
Último
Diferença
MAXIMO
MININO


Warning: simplexml_load_file(http://sfeed-cot01.cma.com.br/clientes/diversa_corretora/Home/cambio.xml) [function.simplexml-load-file]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 404 Not Found in /home/storage/a/db/9d/diversacorretora1/public_html/2016/home.php on line 129

Warning: simplexml_load_file() [function.simplexml-load-file]: I/O warning : failed to load external entity "http://sfeed-cot01.cma.com.br/clientes/diversa_corretora/Home/cambio.xml" in /home/storage/a/db/9d/diversacorretora1/public_html/2016/home.php on line 129

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/a/db/9d/diversacorretora1/public_html/2016/home.php on line 130
Moeda
ÚLTIMO
VARIAÇÃO
DATA
HORA
MAXIMO
MINIMO

Fale Conosco

Rua Rio Branco esquina com Av. Cuiabá, Ed. Comercial Montello, Sala 205 Centro, Rondonópolis - MT 78700-170

diversa@diversacorretora.com.br
adm@diversacorretora.com.br

(66) 3439-3300 (66) 3439-3318